A Will Eternal

895 - Quebrando o Grilhão

Tradução: Glaurung | Revisão: Reviewer

Bai Xiaochun finalmente havia resolvido todas as crises enfrentadas pela Seita Desafiadora do Rio. Ele próprio agora era um Patriarca Deva da Seita Polaridade do Céu Estrelado do Dao, e havia colocado a Seita Desafiadora do Rio na posição de ser a soberana absoluta do mundo do cultivo da Extensão do Meio.

Além disso, ele havia produzido com sucesso uma Pílula Deva para o Patriarca do Rio Espiritual, dando a ele uma chance muito boa de alcançar o Reino Deva. Bai Xiaochun estava muito satisfeito com tudo.

No momento, ele estava do lado de fora da sua caverna do imortal, acariciando a cabeça de Bruiser e olhando em volta para a seita. Os discípulos ainda estavam ocupados com o trabalho de reforma e estavam muito animados.

Sentindo-se mais que maravilhoso, ele sacudiu a manga, levantou o queixo e murmurou: “Estou feliz. Todo mundo está feliz. Eu sou forte. A seita é forte… Ah, Bruiser, você sabe que sou o tipo de pessoa que gosta dos holofotes. Quem poderia imaginar que o destino me traria até aqui... um Patriarca em tão tenra idade.... Não sou nem um pouco velho!” Ele balançou a cabeça e suspirou, sentindo-se mais orgulhoso de si do que nunca. 

“Eu gostaria de nunca mais voltar para a Seita Polaridade do Céu Estrelado do Dao, mas como você viu, o Patriarca Semideus pessoalmente me pediu para ir. Que dor de cabeça!

“Eu também sou ancião no Salão das Veias de Aço, o que é uma coisa muito rara. Acho que não tenho escolha. Todos os meus velhos amigos e companheiros de guerra estão lá. Eu realmente só tenho que aceitar meu status.

“O que você acha, Bruiser...? Por que sou tão genial assim? Ai…” Uma carranca de desamparo se espalhou lentamente em seu rosto.

Bruiser piscou algumas vezes e olhou em volta, apenas para descobrir que eles estavam sozinhos, levando-o a bufar silenciosamente. Afinal, Bai Xiaochun geralmente só agia deprimido assim quando sabia que as pessoas estavam por perto para vê-lo.

Quando Bai Xiaochun viu a reação que ele estava tendo, limpou a garganta e deu um tapa na cabeça de Bruiser.

"Joga junto!" Ele disse com um olhar. "Você sabe o que isso significa? A partir de agora, sempre que você me ouvir falando assim, precisará dançar conforme a música. Isso vai me fazer gostar ainda mais de você, está bem?”

A princípio, Bruiser choramingou, mas depois mudou rapidamente sua expressão para combinar com a de Bai Xiaochun. Quando Bai Xiaochun viu o quão deprimido ele parecia, ele franziu a testa e acrescentou mais algumas palavras.

"Não, essa não é a expressão certa. Ouça, quando você me ouvir dizer coisas como as que eu acabei de dizer, você precisa parecer animado! Suspire profundamente e com significado! Faça parecer que você está se resignando a um destino verdadeiramente amargo!” Depois de receber mais algumas dicas, Bruiser finalmente conseguiu a expressão certa no rosto. Com isso, Bai Xiaochun recomeçou com a sua encenação e Bruiser o acompanhou.

“Hahaha! Bom trabalho, Bruiser. Tudo bem, venha junto com o pai enquanto eu dou um passeio. Lembre-se, quando você me ouvir dizer essas coisas, coloque essa expressão em seu rosto imediatamente!” Com o ânimo elevado, Bai Xiaochun levou Bruiser para passear pela seita. Onde quer que fossem, as pessoas que encontravam ofereciam respeitosas saudações formais.

Sempre que havia uma multidão grande o suficiente, Bai Xiaochun suspirava e monologava um pouco. Os discípulos que não o conheciam muito, ficavam chocados. Os que o conheciam simplesmente suspiravam; não era a primeira vez que o viam agir dessa maneira.

Bruiser o acompanhou perfeitamente e trabalhou muito nisso. Enquanto Bai Xiaochun suspirava, ele chorava e se envolvia em torno da perna de Bai Xiaochun, com os olhos brilhando com um olhar de conforto. Era como se ele estivesse dizendo a Bai Xiaochun...

É simplesmente seu destino ser um gênio...

Aqueles que viram isso acontecer ficaram chocados e muitas expressões estranhas puderam ser vistas. Quanto a Bai Xiaochun, sua alegria aumentou, e ele arrastou Bruiser de um lugar para outro por um dia inteiro. Quanto mais pessoas lhe cumprimentavam como Patriarca, mais expressões estranhas podiam ser vistas.

"Uh... por que é que o Patriarca está agindo tão estranho...?"

"Talvez todos os Devas sejam assim?"

“Oh, vocês não têm ideia…. Bai Xiaochun, er… O Patriarca Bai sempre foi assim. Hum... vocês só precisam se acostumar com isso. "

Conversas assim seguiram Bai Xiaochun onde quer que ele fosse na seita…. No dia seguinte, seu entusiasmo ainda não havia diminuído e a mesma cena se repetiu...

Ele foi ver Beihan Lie três vezes, quase o deixando louco. Beihan Lie sempre o cumprimentava com o máximo de respeito e depois era forçado a ouvir os intermináveis suspiros de Bai Xiaochun. No segundo dia, Beihan Lie escolheu entrar em meditação isolada.

Bai Xiaochun ficou um pouco triste com isso, mas depois foi procurar Shangguan Tianyou…. De fato, ele foi ver todas as pessoas que conhecia na Divisão do Rio Espiritual. Depois disso, ele foi para a Divisão do Rio de Sangue….

Foi dessa maneira que três dias inteiros se passaram, até que todos na Seita Desafiadora do Rio passaram a entender completamente a personalidade de Bai Xiaochun. Sorrisos irônicos podiam ser vistos em todos os lugares, e muitas pessoas começaram a evitá-lo assim que o viam à distância. Afinal, ele não parecia nada com um Patriarca Deva.

Bai Xiaochun não desanimava. Na verdade, ele se tornou mais focado. De fato, ele havia acabado de analisar as especificidades de por que Beihan Lie entrou em meditação isolada, quando Song Junwan finalmente se cansou de tudo isso. Se apressando com raiva, ela o repreendeu de cima a baixo, até que ele finalmente esfregou o nariz e desistiu de agir como um Patriarca.

“Tudo o que eu estava fazendo era suspirar e dizer algumas coisas…. Ah, tanto faz. Já que eu não ficar suspirando por aí, vou apenas entrar em meditação isolada.” Afinal, ele teria que ir para a Seita Polaridade do Céu Estrelado do Dao em breve, e ninguém lá se importaria se ele saísse por aí suspirando.

Cheio de aspirações pelo que estava por vir, ele entrou em meditação.

Por um lado, ele precisava esperar até que o Patriarca do Rio Espiritual atingisse seu avanço. E também, ele ainda não havia estabilizado sua base de cultivo após seu recente avanço. E depois havia o Codex da Eternidade. Tendo dominado os Ossos Imortais, e tendo alcançado um avanço, ele estava agora na posição... de romper o quarto grilhão do corpo humano!

Quando isso acontecesse, ele sabia que o poder de seu corpo aumentaria. O mais importante… ele seria capaz de cultivar a parte final do Codex da Eternidade….

O Sangue Imortal!!

“O Sangue Imortal é a verdadeira essência do Codex da Eternidade. Se eu tiver sucesso com isso... eu não vou necessariamente ser imortal mas... eu definitivamente não vou morrer tão cedo!” Com esse pensamento em mente, ele começou a trabalhar.

Depois de se sentar de pernas cruzadas, ele lançou seus sentidos para dentro do poder espiritual chocante do céu e da terra que fluía através dele constantemente. Isso quase o fez sentir como se ele fosse uma parte do mundo ao seu redor!

Cada movimento que ele fez podia ser preenchido com força celestial, e cada respiração que ele respirava podia estremecer como um trovão!

"Então é assim que é ser um Deva... É totalmente diferente do estágio da Alma Nascente. Uma transformação completa!” Quanto mais ele sondava sua base de cultivo, mais empolgado ele ficava. Além disso, ele sabia que, depois de se tornar um Deva, sua longevidade havia se tornado muito mais vigorosa.

"Eu me pergunto se... eu poderia viver por 5.000 anos agora?" O pensamento o animou e ele começou a fazer alguns cálculos, mas logo ficou desapontado ao perceber que ele provavelmente não poderia alcançar 5.000 anos...

“Ai. Ainda estou muito longe do meu objetivo de poder viver para sempre.” Depois de examinar sua base de cultivo por mais um tempo, ele afundou em transe e começou a trabalhar em seu poder corporal.

Sons de rachadura podiam ser ouvidos dentro dele, que vinham de seus ossos. O poder de seu Qi e sangue irrompeu, fazendo com que o ar em sua câmara de meditação isolada viesse a se contorcer e distorcer quando um vórtice surgiu em torno dele.

Com base nas flutuações, Bai Xiaochun tinha certeza de que podia sentir... o quarto grilhão!

Parecia o mesmo que os três grilhões anteriores. Embora a sensação não fosse particularmente clara, ele tinha certeza de que algo como uma montanha enorme o pressionava com um peso profundo.

De repente, ele sentiu o impulso de esmagar aquela montanha!!

Com os olhos arregalados, ele gritou: "É hora de quebrar o quarto grilhão!"




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.